Última formação: fotos e vídeos do encontro

A última formação continuada do Programa Pró-Letramento, que aconteceu nos dias 18 e 19 de junho de 2012, no Auditório da Reitoria do Campus Central, da Universidade Estadual de Ponta Grossa, trouxe professores e professoras de vários dos 79 municípios do Paraná vinculados ao Programa.

Anúncios

Oficinas da última formação continuada foram um sucesso

A última formação continuada, dos 79 municípios participantes do Pró-Letramento, que aconteceu entre os dias 02 e 04 de maio de 2012, reuniu os professores e professoras vinculadas ao Programa, em oficinas temáticas trabalhadas pelas professoras Vera Martiniak, Silvia Medeiros, Gislene Bida, Elizabete Araújo, Alyne Oliveira, Eliza Gracino e Claudia Zanlorenze.

Na oficina de jornal, a professora Elizabete Araújo realizou um trabalho com os professoras e professores que foi registrado. Confira as fotos e vídeos:


Sugestão da professora do grupo 1
Técnica do Coração de Papel
Sugestão para trabalhar com os cursistas (tutores) do município
Podem adaptar para as crianças


Brincadeira Jaca ou Jacaré
Sugestão do tutor Gilmar, grupo 1


Demonstração das folhas do Jornal que foi montado pelos grupos na oficina


Formação de professores alcança objetivo

Nos dias 13, 14, 15 e 16 de março, a Universidade Estadual de Ponta Grossa, em parceria com a Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais, ofereceu a reedição da formação inicial, ofertada aos professores da rede pública de ensino dos municípios envolvidos que não puderam participar na primeira formação.

No primeiro dia do evento, a coordenadora do Pró-Letramento, professora Dra. Vera Lúcia Martiniak recebeu os professores oriundos dos municípios participantes a fim de orientá-los em relação à nova formação. Em seguida, o curso deu início através da palestra Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento, ministrada pela Profª Eliza Gracino.

No segundo dia de formação, a palestra O Lúdico na Sala de Aula: Projetos e Jogos ficou por conta da Profª Sílvia Medeiros, no período da manhã. Em um segundo momento, a Profª Cláudia Petchak proferiu a palestra Alfabetização e Letramento: Questões Sobre Avaliação. Por fim, no turno da noite, a Profª Alyne Renata falou sobre O Livro Didático Em Sala de Aula.

O terceiro dia foi preenchido com a oficina da professora Elisabete Araújo, com o tema Modos de Falar e Modos de Escrever. Pela tarde, a formação foi realizada pela Profª Gislene Bida, cujo tema foi A Organização do Tempo Pedagógico e o Planejamento do Ensino.

O evento foi finalizado através das oficinas Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento e Organização e Uso da Biblioteca Escolar e das Salas de Leitura, ambas ministradas pela professora Eliza Gracino.

Confira algumas fotos:


Pró-Letramento MEC/UEPG reúne professores de 83 municípios

Professores tutores da rede pública de 83 municípios paranaenses participam da edição 2012 do Pró-Letramento – Mobilização pela Qualidade de Ensino, programa do Ministério da Educação (MEC) desenvolvido em parceria com a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), com suporte da Divisão de Extensão Universitária da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais (Proex/DEU). O primeiro módulo presencial deste ano teve início nesta segunda-feira, no Auditório do Campus Central da UEPG, com a palestra “O Letramento como Prática Social”, proferida pela professora Simone Carvalho do Prado Santos (Departamento de Letras Vernáculas/UEPG).

Pró-Letramento

Na abertura dos trabalhos, a coordenadora do Pró-Letramento/UEPG, Vera Lúcia Martiniak, falou sobre a importância do apoio dispensado pelas secretarias municipais de Educação, no sentido de incentivar os professores para a formação continuada. “Isso demonstra a preocupação do poder público com a elevação da qualidade do ensino público no país”. Segundo a Vera Lúcia, este primeiro encontro do programa em 2012 tem o objetivo de despertar os professores tutores para o redimensionamento da prática pedagógica na escola pública. Até o final do ano serão realizados mais três encontros, com a participação de 127 professores tutores.

A chefe da Divisão da Extensão Universitária da Proex, professora Joseli Almeida Camargo disse que a história da UEPG nessa parceria com o MEC aumenta ainda mais a responsabilidade da atual coordenação do Pró-Letramento. “Vocês podem contar com o nosso esforço para que todas as ações e atividades do programa tenham êxito na sua execução”, disse, destacando a oportunidade que todos têm de se mobilizar, pensar e repensar a atuação do professor em sala de aula. O vice-reitor Carlos Luciano Santa’Ana Vargas reforçou as palavras da professora Joseli, dando ênfase à importância da capacitação docente e da formação continuada para se atingir as metas de qualidade propostas pelo governo federal para a educação no país.

Pró-Letramento

A professora Vera Lúcia Martiniak explica que o Pró-Letramento é um programa de formação continuada de professores das séries iniciais do ensino fundamental (1ª a 4ª série ou 1º ao 5º ano), para melhoria da qualidade de aprendizagem da Leitura, Escrita e Matemática. O programa é realizado pelo MEC, em parceria com universidades que integram a Rede Nacional de Formação Continuada e com adesão dos estados e municípios. O objetivo é oferecer suporte à ação pedagógica dos professores dos anos iniciais do ensino fundamental, contribuindo para elevar a qualidade do ensino e da aprendizagem de Língua Portuguesa, bem como propor situações que incentivem a reflexão e a construção do conhecimento como processo contínuo de formação docente.

Na edição 2012, a UEPG é parceira do MEC na área de Alfabetização e Linguagem, com adesão de 83 municípios do Estado do Paraná. A formação dos professores tutores será realizada em quatro encontros presenciais. Neste primeiro evento, que segue até sexta-feira (3/2), será apresentada a proposta de formação do Pró-letramento e os conteúdos que compõe o fascículo do Programa. Nos próximos encontros, ao longo deste ano, serão ofertados minicursos, oficinas e palestras para as tutoras. Participam deste programa 127 tutores, que retornarão para seus municípios e iniciarão a formação dos cursistas, totalizando cerca de quatro mil professores da rede pública. Os cursos de formação continuada oferecidos pelo programa têm duração de 120 horas com encontros presenciais e atividades individuais com duração de oito meses.

Pró-Letramento

MUNICÍPIOS PARTICIPANTES:

Abatiá; Agudos do Sul; Almirante Tamandaré; Altamira do Paraná; Anahy; Andirá; Antonina; Antonio Olinto; Balsa Nova; Bandeirantes; Barracão; Bela Vista da Caroba; Bituruna; Boa Esperança do Iguaçu; Boa Vista da Aparecida; Bom Jesus do Sul; Braganey; Cambará; Capanema; Catanduvas; Céu Azul; Clevelândia; Cornélio Procópio; Curitiba; Doutor Ulysses; Enéas Marques; Entre Rios do Oeste; Figueira; Foz do Jordão; General Carneiro; Guaratuba; Irati; Itapejara d’Oeste; Itaperuçu; Ivaí; Jaboti; Jaguariaíva; Joaquim Távora; Laranjeiras do Sul; Leópolis; Mangueirinha; Mariópolis; Maripá; Matinhos; Mato Rico; Miraselva; Nova Fátima; Nova Tebas; Palmas; Palmeira; Palmital; Paranaguá; Pato Branco; Pinhais; Piraquara; Pitanga; Pontal do Paraná; Quedas do Iguaçu; Ramilândia; Realeza; Rebouças; Reserva; Ribeirão do Pinhal; Rio Azul; Roncador; Salto do Itararé; Santa Izabel do Oeste; Santa Lucia; Santa Maria do Oeste; Santa Tereza do Oeste; Santa Terezinha do Itaipu; Santo Antonio do Sudoeste; São João; São Jorge do Oeste; São José dos Pinhais; São Mateus do Sul; São Miguel do Iguaçu; Tijucas do Sul; Toledo; Tomazina; União da Vitória; Uraí; e Verê.